PEDONALIZAR
RUA E TRAVESSA DOS MASTROS
Porque as queremos com gente dentro

Ler texto da petição

Exma. Presidente da Mesa da Assembleia Municipal de Lisboa, Maria do Rosário Farmhouse Simões Alberto.


A Rua e a Travessa dos Mastros são duas ruas residenciais, com comércio e restauração no rés-do-chão. Têm a largura aproximada de apenas quatro metros e trinta centímetros. Apesar disso, a Travessa dos Mastros serve de espaço de estacionamento, e a Rua dos Mastros – de passagem contínua de veículos.

Os veículos ocupam 70% do espaço público que existe na Rua e na Travessa dos Mastros. Como consequência disso, os passeios apresentam uma largura que varia entre apenas 76 e 60 cm, com mobiliário urbano situado em cima do mesmo. Isto põe em risco a integridade física de quem caminha, especialmente mães e pais com carrinhos de bebe e pessoas em cadeiras de rodas, já que estes simplesmente não cabem nos passeios e são obrigados a circular na estrada, no meio dos veículos. As crianças acabam por ser banidas de estar na rua: na Travessa dos Mastros o espaço pertence aos veículos estacionados, enquanto na Rua dos Mastros as crianças correm o perigo constante de morte por atropelamento, o que confirmam os relatos de vários moradores que já sofreram este susto.

A Rua e Travessa foram remodeladas pela Junta de Freguesia após 2015 sem respeitar a letra e o espírito do Regulamento para a Promoção da Acessibilidade e Mobilidade Pedonal 29/2004, aprovado pela Assembleia Municipal de Lisboa em 27/04/2004, e o Decreto Lei 163/2006, que estabelecem a largura mínima de passeio de 1,50 m.

A passagem da carreira 22B pela Rua dos Mastros, onde nem sequer tem paragem, não pode servir de desculpa para excluir os mais vulneráveis da circulação segura e digna. Como já foi comprovado no 8 de julho de 2023, dia quando durante treze horas as duas ruas ficaram abertas só às pessoas que caminham e usam a mobilidade ativa, a carreira 22B pode perfeitamente passar pela paralela Rua das Gaivotas.

Pedonalizar estas duas ruas, além de devolver a segurança e a dignidade aos peões, significa também eliminar o ruído constante do motor, melhorar a qualidade do ar, contribuir para o combate às alterações climáticas, proporcionar prosperidade dos negócios locais, criar novos postos de emprego e recuperar a vida do bairro.

Apelamos à abertura da Travessa e da Rua dos Mastros às pessoas que caminham, aos modos ativos de mobilidade, e ao fecho definitivo ao trânsito e estacionamento de veículos.

ASSINANTES
Não vês o teu nome aqui? escreve para quero@lisboapossível.pt para te adicionarmos
Moradores
Comerciantes: BeautyStudio Roberta Gutierres, Copa Bar, In Noodles, Loja de Costura Arshia Akram, Mini Market and Souvenir Shop, Miss Dumpling, Modjo, O Fatica, Pizzaria Mamma Gaia, Portas Amarelas, Sekai Cocktail Bar, Sekai Sushi Bar
Associações: Lisboa Possível
Partidos políticos: Volt
Atualizamos estes números manualmente
um par de vezes por semana
(limpamos os duplicados e as assinaturas com informação em falta)
  • 568
    Assinaturas em papel (queres recolher?)
  • 478
    Assinaturas eletrónicas
  • 1046
    Assinaturas totais das 150 que precisamos para apresentar a petição à Assembleia Municipal de Lisboa
Sabemos que pedonalizar Mastros é possível
Porque já o fizemos, a vamos fazendo todos os fins de semana:
Todos os fins de semana (desde 17 de fevereiro 2024)
10-11 de fevereiro 2024
22 de Setembro 2023
8 de Julho 2023
11 janeiro 2024
A nossa mensagem para a
Câmara Municipal de Lisboa
15 fevereiro 2024
Entregámos a Petição Pedonalizar Mastros à AML
As vossas 1023 vontades estão entregues na Assembleia Municipal de Lisboa. Enquanto esperamos pela decisão, os moradores e os comerciantes do bairro manifestam-se todos os fins de semana, das 10h até às 23h, pelo bairro sem carros. Venham viver esta Lisboa sem carros já possível.
O que vocês dizem:
Caterina Foa
Passo a passo. Pedalada depois de pedalada vamos manter Lisboa com e das pessoas
Michele Magno
Finalmente...
Elisabete Abreu Silva
Concordo plenamente com o encerramento da rua a veículos.
Katiele Seefeldt
Há vários estabelecimentos ótimos nessa rua.. e por vezes acaba sendo perigoso com carros e motos a passar.
Bruno Miguel Câmara Ferreira
É inevitável e já deveria ser!!
Maria do Sameiro Moreira de Freitas
Há muitas ruas em Lisboa a pedonalizar!!!!!
Filipe Jorge Santos Ferreira Adão
Lisboa precisa de mais ruas exclusivas para peões. Basta de tanto carro.
Fátima Santos
Apoio totalmente a causa
João Costa Correia
Lisboa precisa de mais ruas pedonais! Que seja a primeira iniciativa de muitas!
Diego Oliveira
Uma Lisboa com espaços públicos acessíveis: sim, é possível.
Inês Armada Brás
Rua perigosíssima para pessoas.
Ana Doan
Crianças pra Rua!
Victor Pereira Villarpando
Rua perigosíssima para pessoas.
Diego Oliveira
Uma Lisboa com espaços públicos acessíveis: sim, é possível.
João Costa Correia
Lisboa precisa de mais ruas pedonais! Que seja a primeira iniciativa de muitas!
Filipe Jorge Santos Ferreira Adão
Lisboa precisa de mais ruas exclusivas para peões. Basta de tanto carro.
Laura Inês Nóbrega Ribeiro de Andrade
Só não levam o carro até à cama porque depois a porta não fecha. Chega, uma rua de 4 metros e meio de largura NÃO foi feita para carros, que vida é que pode existir numa rua assim? Para os moradores, transeuntes e comerciantes.... acordem pra vida, andar em Lisboa depois de andar numa cidade espanhola ou francesa é um susto.
Catarina Breia Dias
A Rua / Travessa dos Mastros devia apenas ter acesso de automóvel para veículos de emergência, e cargas e descargas.Tal como existem autoestradas onde só entram pessoas que conduzem os seus veículos, temos que entender rapidamente que existem canais de circulação onde só podem entrar as pessoas que andam a pé, de cadeiras de rodas, e/ ou de bicicletas. E aqui, são apenas mencionadas, as questões de mobilidade.
Daniel Mendes Neves
Primeiro os pedestres e o transporte leve e em último a poluição e fraca qualidade de mobilidade e vida.
Eva Mäkler
Precisamos de entender onde chegámos com a prioridade dos carros e as consequências dessa poluição à qual estamos a ser expostos 24/7 desde então! Círculo vicioso que devia ter quebrado há muito - não temos tempo para esperar mais. Zero.
Giulia De Vita
O futuro desta estrada voltar a ser melhor. Ja temos visto no evento do Lisboa Possivel e Volt Como esta pedonalizacao pode bem functionar!
Pedro de Azevedo Salgado
Por uma rua segura! Tenho 2 filhos pequenos e é sempre um estresse. Queremos uma rua onde as famílias possam se locomover sem medo. Onde carrinhos de bebê que não cabem no passeio possam andar tranquilamente. Onde os idosos também tenham paz para caminhar. Enfim, a rua para a população e não para os carros, autocarros e afins.
Duarte Filipe Pires do Rosário Costa
Pedonalizar é voltar a socializar nas ruas!
Antonio Rodrigues
Ruas para as pessoas! Facilitar Mobilidade não deveria suportar automóveis na cidade! Cansado da mentalidade pequenina do português que não consegue passar senão de carro
Angelo Martins de Sousa
SIM à rua fechada!! Segurança para as pessoas antes de mais nada.
Gerente Modjo
Angelo
Francisco Ambrósio
Esta ação é necessária e muito bem vinda às ruas de Lisboa! #vamospedonalizarlisboa
Frederic Rafael Rodrigues Fernandes
A cidade precisa de gente, não de carros.
Tomás de Pina Cabral Martins Braga
Sou um grande adepto da pedonalização de ruas em Lisboa! Apoio esta iniciativa a 100%
Rugile Girdzijauskaite
Estou cansada de caminhar e pedalar em Lisboa, que são os meus modos de mobilidade preferidos. É uma luta barulhenta e tóxica. Não tem de ser assim de todo! Devolvam a alegria e a vida a Lisboa!
Catarina Freitas Silva Alves
E muitas mais ruas se seguirão!
Hugo de Sousa Dias
Não respeitaram o projeto do Bairro Verde que estava previsto há anos e que não é só a Rua Verde e a Travessa dos Pescadores que precisam de ser fechadas.
Tinham concebido este projeto para 3 ruas e só ficaram fechadas 2 ruas.
Deviam respeitar o projeto inicial.
Gonçalo Dias Lucas Rodrigues
Estás ruas não são seguras, passeios pequenos, carros que não respeitam os peões. Carros estacionados a cortar ruas. Em caso de emergência quem vem ajudar as pessoas que aqui vivem ou os comerciantes ou quem for necessário? Queremos ruas seguras e sem carros como o governo tanto diz! Queremos menos poluição .. estás ruas sem carros so trazem vantagens para quem aqui vive e para quem aqui tem negócios
Hélder José Paula de Oliveira Beja
Ruas como estas devem ser das pessoas e não dos carros. São os moradores e comerciantes destas ruas que as mantêm vivas e limpas e seguras. As pessoas que querem os carros nestas ruas não são pessoas destas ruas, nem gostam destas ruas, nem gostam deste bairro, nem gostam de Lisboa. A nossa porta não é um estacionamento gratuito.
Edson José Lopes das Neves Filho
Queremos a rua para as pessoas caminharem. Sou brasileiro, no Brasil eu ia trabalhar todo dia de bike ou trotinete, em uma distância de 3km, estava em plena cidade de São Paulo, onde havia o caos, mas havia ciclovia e respeito com os peões. Devemos seguir a lei e ter uma calçada digna para a sociedade. Se devemos escolher ter uma calçada ou um carro na rua, que se dê prioridade as calçadas e se possível os carros seguem, se não possível, se feche a rua. Não falo só da rua dos mastros mas sim todas na mesma condição.
É uma iniciativa independente
Todo o trabalho por detrás deste projeto é possível só porque tu nos apoias. Estamos frustrados com viver nos erros urbanísticos do passado e não vemos outra opção que não seja agir. A tua doação regular tira-nos muito stress. Durante os dois dias vamos ter o nosso stand, com as t-shirts Cravo Bravo, ou podes encomendar uma já: