SuperBairro
Os SuperBairros são só para os super-heróis?
CAPÍTULO 1
Desver
CAPÍTULO 2
Aprender
CAPÍTULO 3
Propor às juntas
CAPÍTULO 4
Testar: JF da Misericórdia
CAPÍTULO 5
"Conversa entre Vizinhos"
Misericórdia
CAPÍTULO 6
CANCELADO
SuperBairro Misericórdia
CAPÍTULO 7
Procurar campeão
Capítulo 1
Desver. Ver. Saber que é possível.
Convidámos - com a ZERO - o jardineiro digital Jan Kamensky a Lisboa para criarmos uma animação onde os carros voam para longe de Lisboa:
Capítulo 2
Aprender a fazer com quem já fez.
Aprendemos com o mítico Ton Salvadó, que criou a primeira Superilla em Barcelona, como lançar um SuperBairro sem tropeçar nas mesmas pedras:
Capítulo 3
Falar com todas as juntas de freguesia de Lisboa
Contactámos todas as juntas de freguesia de Lisboa, estamos a reunir-nos com aquelas que responderam. Andamos a apresentar o seguinte:
Capítulo 4
Campeã? Teste de conceito com a Junta de Freguesia da Misericórdia
5 de setembro, 2022
5 de setembro, 2022
Tivemos o encontro com a Junta de Freguesia da Misericórdia e concordámos fazer um teste no dia 23 de setembro (sexta) à volta da Praça das Flores já que é a zona mais residencial e densa, com maior impacto possível.

Como disse a junta, dava para criar um passeio ininterrupto entre os dois cantos mais verdes e mágicos da cidade: Praça das Flores e Príncipe Real.

Os locais sugeridos pela JF para o experiência:

  • Praça das Flores
  • Rua da Palmeira
  • Travessa de São José
  • Travessa da Palmeira
  • Rua Marcos de Portugal
  • Rua Manuel Bernardes
  • Rua Nova da Piedade (Após Travessa de São José)
8 de setembro
8 de setembro
A JF da Misericórdia informa que a CML não deixa fazer no dia 23. Razão que nos foi dada? "Não entra na semana europeia de mobilidade".

Lisboa Possível, ZERO e JF da Misericórdia concordámos pedir então o dia 22 de setembro (quinta) à CML, já que é o Dia Europeu sem Carros e entrava na semana europeia da mobilidade, o que também significava que não era preciso pagar à Polícia pelo serviço.
14 de setembro
14 de setembro
A CML, e com muitos pedidos da parte de todos nós, respondeu no fim da tarde de dia 14 de setembro, aceitando a proposta. Razão de tanta demora? Não estavam entusiasmados com fechar ruas num dia de semana, preferiam fim-de-semana.

Ficamos com exactamente uma semana para fazer tudo.
15 de setembro
15 de setembro
Insistimos em falar com a chefe de comunicação da JF da Misericórdia, que não estava convencida de que devíamos fazer algo naquele mês, depois de todo o trabalho feito.
16 de setembro, manhã
16 de setembro, manhã
Falámos com o pelouro da mobilidade da JF da Misericórdia, concordando fazer Conversa entre Vizinhos no dia 22 de setembro, convidando moradores, comerciantes, associações e todos os interessados a discutir como podemos criar o primeiro SuperBairro. Também foi dito que no dia 29 de outubro íamos fazer o SuperBairro propriamente dito, enviando pedidos à CML e Polícia literalmente no dia a seguir a Conversa entre Vizinhos.
16 de setembro, tarde
16 de setembro, tarde
O conceito dos posters com as perguntas simpáticas criado. Preparámos a agenda do evento. Lançámos a campanha nas redes.
19 de setembro, tarde
19 de setembro, tarde
O vogal da mobilidade arranja ajuda da JF da Misericórdia para imprimir os posters. A partir das 16h da tarde, e durante os próximos três dias, conseguimos distribuir 2000 posters pequenos e uns 50 posters grandes nos cafés, restaurantes, lojas e vitrines do bairro.
19 de setembro, noite
19 de setembro, noite
À noite recebemos um email do vogal da mobilidade da JF da Misericórdia a dizer que a nossa comunicação no Instagram é "reprovável", pedindo para apagarmos estes posts.
22 de setembro
22 de setembro
Conversa entre Vizinhos aconteceu na hora anunciada, com os vizinhos a partilhar problemas e soluções, com música no final.
Nunca
Nunca
Nunca nos foi comunicada a resposta da Polícia. Não nos deixaram fechar rua nenhuma. Nada foi alterado.
Capítulo 5
Conversa com os vizinhos, comerciantes e todos os interessados da JF Misericórdia - 22 setembro
No dia 22 de setembro (não no 23 de setembro, razões acima, no capítulo anterior), das 18h até as 20h, na Praça das Flores, falámos com vizinhos, comerciantes, associações e todos os que querem mudança na Misericórdia. A pergunta chave foi: como deveríamos criar o nosso primeiro SuperBairro em Lisboa por um dia?

Com vocês descobrimos que os problemas têm soluções.

Eis tudo o que vocês sugeriram durante a nossa conversa entre vizinhos:

Capítulo 6
CANCELADO POR FALTA DE COMPROMISSO DA JF MISERICÓRDIA: SuperBairro Por Um Dia na Misericórdia - 29 de outubro
A JF da Misericórdia faltou ao compromisso, e não temos as condições para criar o SuperBairro Por Um Dia com esta junta
23 de setembro
23 de setembro
No dia a seguir à Conversa entre Vizinhos enviamos um email à JF da Misericórdia agradecendo o apoio para o evento. Pedimos o mapa do bairro em formato CAD para o arquiteto que trabalha com a nossa equipa preparar o desenho do SuperBairro.

Escrevemos e ligámos várias vezes para o nosso ponto de contacto - o vogal da mobilidade da JF da Misericórdia para marcar uma reunião e fazer já todos os pedidos de licenças à CML e Polícia. Deixou de responder.
27 de setembro
27 de setembro
Recebemos a planta da freguesia da JF da Misericórdia. O arquiteto da nossa equipa começou a trabalhar.
4 de outurbo
4 de outurbo
Enviámos a proposta completa à JF de Misericórdia: horas e horas de trabalho para fazer um documento claro, pormenorizado mas conciso. O site dedicado ao evento também estava lançado e aguardava feedback.
6 de outubro
6 de outubro
Passados 14 dias, sem nenhum feedback sobre o trabalho feito, o vogal da mobilidade nos "convoca" para uma reunião no dia 11 de outubro, sem explicar o tema, sem perguntar se podemos nesta data e hora, e em tom mandante.
14 de outubro
14 de outubro
Reunimo-nos com a JF da Misericórdia (vogal da mobilidade, chefe da comunicação e mais um membro da equipa da comunicação). Explicámos que não temos confiança para trabalhar com a JF da Misericórdia nestes moldes de tentativas de censura, comunicação ausente e incapacidade de atuar conforme a palavra dada.
Capítulo 7
Estamos à procura do campeão, com visão para começar a mudar Lisboa em parceria com os cidadãos, praça por praça.